quinta-feira, 17 de setembro de 2020

MEU CORPO, MINHA VIDA DISCUTE O ABORTO NO CURTA!

  

 

CURTA!

Cena do documentário ‘Meu Corpo, Minha Vida”, de Helena Solberg (crédito: canal Curta!)

‘Meu Corpo, Minha Vida’ discute o aborto a partir da história da morte de Jandira Magdalena dos Santos Cruz

Produzido em 2017, o documentário “Meu Corpo, Minha Vida”, de Helena Solberg (Carmen Miranda – Banana is my business/1995, A dupla jornada/1975, Das cinzas...Nicarágua hoje/1982), coloca em discussão o aborto, ouvindo opiniões a favor e contra a descriminalização.  O longa-metragem parte da história de Jandira Magdalena dos Santos Cruz que, em 2014, se submeteu a um aborto em uma clínica clandestina em Campo Grande, foi morta, e seu corpo foi encontrado carbonizado em Mangaratiba semana depois de seu desaparecimento.

Uma em cada cinco mulheres no Brasil já fez aborto. E essas mulheres não são desconhecidas, são mulheres que você conhece, que eu conheço. A criminalização deste fato, eu considero um escândalo de saúde pública. Porque, desse número, são muitas as que têm complicação por terem que fazer essa interferência em situações clandestinas. Isso é de uma crueldade absurda. Eu quis fazer esse filme no ímpeto de revolta e de usar o cinema como arma possível de informação afirma Helena, completando. Esse filme é muito importante para mim, porque é uma questão que me tira do sério, que me abala muito. É uma questão da liberdade que nós queremos ter, no mínimo, com o nosso corpo. A exibição é na Sexta da Sociedade, dia 18/09, às 21h30 

Quinta do Pensamento – 17/09

21h50 – “Cacaso na Corda Bamba” (Documentário)
Filho de uma família rural e destinado a trabalhar com criação de gado, Antonio Carlos de Brito encontrou na poesia um sentido para a vida, transformando-se em Cacaso. O artista multifacetado, que incendiou a juventude carioca em aulas e discussões sobre a arte, mudou a poesia brasileira, sendo um dos precursores do movimento marginal. Irônico e perspicaz, Cacaso foi responsável por reunir um grande número de artistas e intelectuais em projetos e parcerias, deixando um indiscutível legado literário e musical. Diretor: José Joaquim Salles Ph Souza. Duração: 88 min. Classificação: Livre. Horários alternativos: dia 18 de setembro, sexta-feira, às 01h50 e 15h50; dia 19 de setembro, sábado, às 11h35 e 20 de setembro, domingo, às 19h.

PROMOhttps://youtu.be/v0mFgIRgwbU
FOTOS EM ALTAhttps://drive.google.com/drive/folders/1VA8hGCzWzRrEEy4vbnwymiYLTamMRPyo?usp=sharing 

Sexta da Sociedade – 18/09

21h30 –Meu Corpo, Minha Vida” (Documentário)
“Meu Corpo, Minha Vida” é um debate sobre a questão do aborto no Brasil. Vozes de ambos os lados expressam sua opinião: os que acham que o aborto deve ser descriminalizado e os que defendem a lei como está. O filme personaliza esse debate através do caso de Jandira Magdalena dos Santos, morta ao fazer um aborto clandestino, que recebeu cobertura nacional e internacional. Diretora: Helena Solberg. Duração: 75 min. Classificação: 14 anos. Horários alternativos: 19 de setembro, sábado, às 01h30; 20 de setembro, domingo, às 13hh50.

PROMO: https://youtu.be/I7y4ipIcwYs
FOTOS EM ALTAhttps://drive.google.com/drive/folders/1eyW8OHtlMOVQretOzldtiLW1ow33C6-z?usp=sharing 

Sábado – 19/09

18h – “Caixas Mágicas” (Série) - Episódio: “Memórias Marinhas: Uma Leitura de Um Sábado em 30”
Luiz Marinho foi um artista voltado para o universo nordestino com uma proposta dramatúrgica transpassada por suas memórias. “Memórias Marinhas” investiga como o dramaturgo de Timbaúba construiu uma mitologia pessoal que expõe as contradições da sociedade patriarcal. Assim, o episódio discute como Marinho ficcionalizou, à sua maneira, as manifestações culturais de sua região, a Zona da Mata Norte de Pernambuco. "Memórias Marinhas" também aborda a relação entre o Teatro de Amadores de Pernambuco e a peça “Um Sábado em 30”, de Marinho, que esse grupo encenou ininterruptamente por 30 anos. Diretores: Hilton Lacerda e Letícia Simões Duração: 26 min. Classificação: 12 anos. Horários alternativos: 20 de setembro, domingo, às 9h.

PROMO: https://youtu.be/W7lg4LWujfE  
FOTOS EM ALTAhttps://drive.google.com/drive/folders/1ptNxJ4blvvho0yoD7vyiePv3SFxzT2w5?usp=sharing 

Domingo – 20/09

20h50 - “A Alma da Gente” (Documentário)
Um grupo de jovens da periferia do Rio de Janeiro entra para o Corpo de Dança da Maré, coordenado pelo coreógrafo Ivaldo Bertazzo. Filmado em dois tempos, com um intervalo de dez anos, o documentário mostra os diferentes destinos dos personagens, marcados pela transformação através da arte. Diretores: David Meyer e Helena Solberg. Duração: 82 min. Classificação: Livre.

PROMO: https://youtu.be/JDjIiv76lgc 
FOTOS EM ALTAhttps://drive.google.com/drive/folders/1CHmYAu-zA8Bomw6PTJ_XkthQzNyf-osR?usp=sharing

 

 

Sobre o Curta! - O canal Curta! é um dos novos canais brasileiros da TV paga que mais aprovou projetos para financiamento pelo Fundo Setorial do audiovisual. Até agora foram financiados, para estreia no CURTA!, mais de 120 longas documentais e 800 episódios de 60 séries, atendendo à grade temática do canal: música, artes cênicas, metacinema, pensamento em humanidades, história política e sociedade.

O Curta! pode ser visto nos canais 56 e 556 da NET e da Claro TV, no canal 75 da Oi TV e no canal 664 da Vivo, oferecido à la carte pela operadora. Siga o Curta! nas redes sociais: www.facebook.com/CanalCurta, https://twitter.com/canalcurta e www.youtube.com/user/canalcurta. Saiba mais em http://www.canalcurta.tv.br.

       

terça-feira, 15 de setembro de 2020

NOVOS OLHARES PARA ANTIGAS FERIDAS

        Olhar de Cinema anuncia a seleção da mostra Novos Olhares e revela seu filme de abertura

 O 9º Olhar de Cinema - Festival Internacional de Curitiba acontece em um formato diferente este ano, de 7 a 15 de Outubro. Ser online é uma novidade, mas a inspiração e o cuidado da seleção de filmes continuam os mesmos, e agora todo o país tem a oportunidade de conhecê-la. A Novos Olhares - dedicada a longas-metragens com propostas estéticas mais arriscadas e radicais - nesta edição dá uma atenção especial ao resgate de um passado que deixou feridas e ausências; destaca a força do cinema em sua relação com o indivíduo e o enxerga como possibilidade de acesso, memória e cura. São seis títulos inéditos no país.

“Vai ser uma edição histórica, a programação já está quase 100% fechada, os filmes estão incríveis. A gente fica triste de não estar exibindo na sala de cinema, mas fica muito feliz de poder estrear esses filmes aqui”, diz Antônio Gonçalves Júnior, diretor do festival. “Agora com o Olhar online temos o Brasil inteiro para nos comunicar, o Brasil inteiro como público do festival, e estamos animados com esse desafio”, completa.

Para Eugenia Castello, também diretora do festival, “Isso é o mais importante, o que a gente resgata de tudo. O que nos empolga é a possibilidade de pessoas no Brasil inteiro poderem conhecer os filmes que o Olhar traz e com o quais se identifica”.

Diretamente da mostra Forum do Festival de Berlim deste ano chega o novo documentário do romeno Radu Jude Letra Maiúscula, que volta ao país de 1981 e resgata a história do adolescente Mugur Călinescu que, com apenas suas palavras, protestava contra o governo de Ceaușescu e a manipulação da história oficial. Da Forum, chega também O que resta / Revisitado, de Clarisse Thieme, que usa o experimentalismo para alcançar os crimes da guerra na Bósnia e Herzegovina nos anos 1990.

A coprodução Espanha/Suíça O Ano do Descobrimento, dirigida por Luis López Carrasco, chega dos festivais de Roterdã e Cinema du Reel, de onde saiu premiada. O filme volta às Olimpíadas de Barcelona e à Expo de Sevilha, em 1992, e apresenta as contradições da imagem internacional criada para o país e a realidade interna, com os protestos em Cartagena.

Pesadelos insistentes são a origem da busca pela história e por memórias em Pajeú, longa-metragem do brasileiro Pedro Diógenes, que foi exibido na competitiva internacional do FIDMarseille. Outro filme brasileiro que integra Novos Olhares é o documentário Agora, de Dea Ferraz, que busca desvendar a relação do corpo com as imagens e o cinema como ativador desse movimento. 

Los conductos, de Camilo Restrepo, completa a seleção. A coprodução Colômbia/França/Brasil, inspirada em uma história real, fala de alguém atormentado pelo passado. O longa foi exibido na mostra Encouters da Berlinale.

 

Filme de abertura 

No dia 7 de Outubro, o festival começa em grande estilo com uma produção coletiva, em vários sentidos. O filme escolhido para abrir a 9ª edição do Olhar de Cinema é o brasileiro Para Onde Voam as Feiticeiras, de Eliane Caffé, Carla Caffé e Beto Amaral, que une encenações e improvisos de sete artistas de rua de São Paulo, expondo a permanência de antigos preconceitos de gênero e raça. O longa foi selecionado para o Cinelatino Rencontres de Toulouse, mas não chegou a ser exibido por causa da pandemia de Covid-19.

Sobre o Olhar de Cinema O Olhar de Cinema é um festival que busca destacar e celebrar o cinema independente produzido no mundo. São propostas estéticas inventivas, envolventes e com comprometimento temático, que abrange desde a abordagem de inquietações contemporâneas acerca do micro universo cotidiano de relacionamentos, até interpretações e posicionamentos sobre política e economia mundial.

A seleção apresenta ao público filmes que se arriscam em novas formas de linguagem cinematográfica, que estão abertos ao experimentalismo e que, ainda assim, possuem um grande potencial de comunicação com o público.

Nesta edição, serão seis mostras: Mostra Competitiva, Novos Olhares, Outros Olhares, Olhares Brasil, Exibições Especiais e Mirada Paranaense.

O 9º Olhar de Cinema - Festival Internacional de Cinema conta com apoio da Copel, Governo do Estado do Paraná, Ademilar, Lojacorr, incentivo da Lei de incentivo à cultura, Fundação Cultural de Curitiba, Prefeitura de Curitiba e PROFICE.

Confira a lista completa de selecionados para as duas mostras: 

FILME DE ABERTURA 

Para Onde Voam as Feiticeiras (Brasil, 2020, 89 min.), de Eliane Caffé, Carla Caffé e Beto Amaral. 

NOVOS OLHARES 

Agora (Brasil, 2020, 70 min.), de Dea Ferraz

O Ano do Descobrimento (El año del descubrimiento, Espanha/Suíça, 2020, 200 min.), de Luis López Carrasco

Los conductos (Colômbia/França/Brasil, 2020, 70 min.), de Camilo Restrepo

Pajeú (Brasil, 2020, 74 min.), de Pedro Diógenes

Letra Maiúscula (Uppercase Print, Romênia, 2020, 128 min.), de Radu Jude

O que resta / Revisitado (Was bleibt I Šta ostaje I What remains / Re-visited, Alemanha/Áustria/Bósnia e Herzegovina, 2020, 70 min.), de Clarissa Thieme

SERVIÇO:  9º Olhar de Cinema - Festival Internacional de Curitiba | De 7 a 15 de Outubro | No site do Olhar de Cinema   | R$ 5 por filme

Dinâmica das sessões - Os filmes serão exibidos no próprio site do Olhar de Cinema. Cada título estará disponível até às 23h59 da data divulgada na programação. A venda de ingressos para todas as sessões começa no dia 23 de setembro e o número de ingressos para cada filme é limitado.

Passaporte Acesso Livre - Até o dia 2 de Setembro, estão abertas as inscrições para o Passaporte Acesso Livre. Elas podem ser feitas em formulário no site www.olhardecinema.com.br e as vagas limitadas. Os cadastros serão submetidos a um processo de seleção que observará a diversidade, tendo como foco a participação de pessoas de diferentes regiões e realidades sociais.

O credenciamento de imprensa acontecerá entre os dias 14 e 21 de Setembro de 2020.


sexta-feira, 11 de setembro de 2020

“ELVIS” DE BAZ LUHRMANN TEM INÍCIO DAS FILMAGENS PREVISTO PARA FINAL DE SETEMBRO NA AUSTRÁLIA

 As câmeras vão rodar em Queensland, com Luhrmann dirigindo Austin Butler como Elvis, Tom Hanks como o coronel Tom Parker e Olivia DeJonge como Priscilla Presley no drama musical inédito 

        As filmagens da Warner Bros. Pictures vão começar em 23 de setembro para ‘Elvis’, drama musical do cineasta indicado ao Oscar Baz Luhrmann ("O Grande Gatsby", " Moulin Rouge - Amor em Vermelho!") que abordará a vida e a música de Elvis Presley. Visto pelo prisma do relacionamento complicado com seu empresário enigmático, Coronel Tom Parker, o filme é estrelado por Austin Butler (“Era uma vez em… Hollywood”) como Elvis, Tom Hanks (“Um lindo dia na vizinhança”, “Forrest Gump - O contador de histórias”) como o coronel Tom Parker e Olivia DeJonge (“Stray Dolls”) como Priscilla Presley. 

Ansioso por começar a trabalhar após a longa pausa, Luhrmann afirmou: “Estamos de volta, como Elvis gostava de dizer, ‘cuidando dos negócios!’. É um verdadeiro privilégio neste momento global, sem precedentes, que Tom Hanks tenha retornado à Austrália para se juntar a Austin Butler e toda nossa equipe técnica e um elenco extraordinários, para iniciar a produção de Elvis. Eu não posso enfatizar o suficiente o quanto nos sentimos sortudos no momento atual por todo o apoio que o estado de Queenslande seus habitantes, têm dado a este filme. Agradecemos aos nossos parceiros no Governo de Queensland e aos profissionais de saúde da cidade por toda a atenção para que possamos ser um exemplo de como a criatividade e a produtividade podem prosseguir com segurança e responsabilidade, de   forma que protejam nossa equipe e a comunidade em geral. Nós estamos muito animados para começar a trabalhar com Tom Hanks quando ele sair da quarentena em duas semanas”. 

A história investiga a complexa relação entre Presley e Parker ao longo de 20 anos, da ascensão de Presley à fama ao estrelato sem precedentes, tendo como pano de fundo a evolução do panorama cultural e a perda da inocência na América. No centro dessa história está uma das pessoas mais importantes e influentes na vida de Elvis, Priscilla Presley. 

Luhrmann dirige o roteiro atual escrito por ele e Craig Pearce e também está produzindo o filme, ao lado de Catherine Martin, Gail Berman, Patrick McCormick e Schuyler Weiss, com Andrew Mittman como produtor executivo. 

A equipe de criação dos bastidores do diretor inclui a diretora de fotografia Mandy Walker ("Mulan", "Austrália"), a designer de produção e figurinista vencedora do Oscar, Catherine Martin ("O Grande Gatsby", "Moulin Rouge!"), os editores Matt Villa (“O Grande Gatsby”, “Austrália”) e Jonathan Redmond (“O Grande Gatsby”) e o compositor Elliott Wheeler (“The Get Down”). 

A filmagem de Elvis está sendo realizada em Queensland, Austrália, com o apoio do Governo de Queensland, da companhia estatal Screen Queensland e do programa de incentivos do governo australiano. O filme será distribuído mundialmente pela Warner Bros. Pictures.   

    https://www.facebook.com/WarnerBrosPicturesBrasil  

   https://twitter.com/wbpictures_br  

   http://www.youtube.com/warnerbrospicturesbr   

   http://instagram.com/wbpictures_br  

   

PAULINHO DA VIOLA TEM DOCUMENTÁRIO AFETIVO ROTEIRIZADO POR ZUENIR VENTURA

   

 


O sambista Paulinho da Viola (crédito: canal Curta!)

O cantor, compositor e instrumentista Paulinho da Viola tem a vida e a obra retratadas pelo documentário “Paulinho da Viola Meu Tempo É Hoje”. Com roteiro de Zuenir Ventura, direção de Izabel Jaguaribe (Passageiros/2000 e Tudo é irrelevante, Hélio Jaguaribe/2017) e produção da Videofilmes, o longa traça um perfil afetivo do músico, mostrando sua rotina discreta e distante dos holofotes.

O sambista, dono de uma elegância natural e de uma fala sempre mansa, lembra suas influências musicais e apresenta seus mestres. Fala do tempo, de sua tentativa de viver e retratar o presente, da força do passado e da promessa de renovação do futuro.

Em uma das cenas, Paulinho é posto diante dessa dicotomia entre o antigo e o novo, ao tocar violão ao lado de seu pai, o violonista César Faria (que viria a morrer quatro anos depois do lançamento do filme) e de seu filho, João Rabello, também músico.

Os amigos de Paulinho tampouco ficam de fora desse retrato audiovisual e musical e, entre eles, estão alguns grandes nomes da música brasileira: Elton Medeiros, Zeca Pagodinho, Marisa Monte, Marina Lima e a Velha Guarda da Portela, sua escola de samba do coração. A exibição é na Segunda da Música 14/09, às 22h30.

Entrevista gravada com Eduardo Coutinho se torna documentário sobre o cineasta

O cineasta Eduardo Coutinho, falecido em 2014, é homenageado no documentário “Banquete Coutinho”. A obra e as reflexões desse grande mestre do cinema brasileiro são revistas através das lentes do diretor Josafá Veloso.

Josafá uniu uma entrevista exclusiva que havia feito com Coutinho, em 2012, a um vasto material de arquivo para dar origem ao longa. “Banquete Coutinho” é um documentário da Heco Produções, viabilizado pelo Curta! através do Fundo Setorial do Audiovisual (FSA) A exibição é na Quarta do Cinema, 16/09, às 22h.

Segunda da Música – 14/09

22h30 – “Paulinho da Viola Meu Tempo é Hoje” (documentário)
"Paulinho da Viola Meu Tempo é Hoje", documentário dirigido por Izabel Jaguaribe com roteiro do jornalista Zuenir Ventura, é um perfil afetivo do cantor, instrumentista e compositor. O filme mostra seus mestres e amigos, suas influências musicais e seus hábitos desconhecidos do grande público. Mas a grande revelação vem das reflexões do músico sobre um único tema o tempo. Há ainda encontros musicais com Marina Lima, Elton Medeiros, Zeca Pagodinho, Marisa Monte e a Velha Guarda da Portela. Diretora: Izabel Jaguaribe Duração: 83 min. Classificação: Livre. Horários alternativos: 15 de setembro, terça-feira, às 02h30 e 16h30; 16 de setembro, quarta-feira, às 10h30; 19 de setembro, sábado, às 14h50 e 20 de setembro, domingo, às 22h20;

PROMO:  https://youtu.be/BH2KMvxO_H4
FOTOS EM ALTAhttps://drive.google.com/drive/folders/1ISio7tIvxW_C4yEYOHtGd9Kqah8goeXU?usp=sharing 

Terça das Artes – 15/09

20h – “Rodin em seu tempo" (Documentário)
Parte importante da efervescência cultural e intelectual da belle époque, Auguste Rodin concebeu obras envolvidas pela ousadia e genialidade de seu tempo. O filme traz não apenas a história do escultor, mas o espírito permanente que suas criações deixaram na sociedade.  Diretores: Claire Duguet e Leslie F. Grunberg. Duração: 52 min. Classificação: Livre. Horários alternativos: 16 de setembro, quarta-feira, às 00h00 e 14h; 17 de setembro, quinta-feira, às 08h00; dia 19 de setembro, sábado, às 20h20 e 20 de setembro, domingo, às 11h20.

PROMO: https://youtu.be/fMChrQY01d4
FOTOS EM ALTAhttps://drive.google.com/drive/folders/1MKmzxHhdckZ3HrbD6878AhDgRkhDnR8v?usp=sharing 

Quarta de Cinema – 16/09

22h – “Banquete Coutinho” (Documentário)
“Banquete Coutinho” propõe olhar para os filmes de Eduardo Coutinho como uma grande obra indivisível. Teria um dos mestres do cinema brasileiro feito sempre o mesmo filme? A partir de um encontro filmado com o diretor em 2012 e vasto material de arquivo, o filme mantém acesas as inquietações do cineasta, falecido dois anos após a entrevista. Diretor: Josafá Veloso. Duração: 74 min. Classificação: Livre. Horários alternativos: 17 de setembro, quinta-feira, às 02h00 e 16h; dia 18, sexta-feira, às 10h; dia 19 de setembro, sábado, às 22h30 e 20 de setembro, domingo, às 15h20.

PROMO: https://youtu.be/rwnAf7KC2Nw
FOTOS EM ALTAhttps://drive.google.com/drive/folders/1-Se3kZLveyQkjWtNu1fXTlCJnetFPky7?usp=sharing 

Quinta do Pensamento – 17/09

21h50 – “Cacaso na Corda Bamba” (Documentário)
Filho de uma família rural e destinado a trabalhar com criação de gado, Antonio Carlos de Brito encontrou na poesia um sentido para a vida, transformando-se em Cacaso. O artista multifacetado, que incendiou a juventude carioca em aulas e discussões sobre a arte, mudou a poesia brasileira, sendo um dos precursores do movimento marginal. Irônico e perspicaz, Cacaso foi responsável por reunir um grande número de artistas e intelectuais em projetos e parcerias, deixando um indiscutível legado literário e musical. Diretor: José Joaquim Salles Ph Souza. Duração: 88 min. Classificação: Livre. Horários alternativos: dia 18 de setembro, sexta-feira, às 01h50 e 15h50; dia 19 de setembro, sábado, às 11h35 e 20 de setembro, domingo, às 19h.

PROMOhttps://youtu.be/v0mFgIRgwbU
FOTOS EM ALTAhttps://drive.google.com/drive/folders/1VA8hGCzWzRrEEy4vbnwymiYLTamMRPyo?usp=sharing 

Sexta da Sociedade – 18/09

21h30 –Meu Corpo, Minha Vida” (Documentário)
“Meu Corpo, Minha Vida” é um debate sobre a questão do aborto no Brasil. Vozes de ambos os lados expressam sua opinião: os que acham que o aborto deve ser descriminalizado e os que defendem a lei como está. O filme personaliza esse debate através do caso de Jandira Magdalena dos Santos, morta ao fazer um aborto clandestino, que recebeu cobertura nacional e internacional. Diretora: Helena Solberg. Duração: 75 min. Classificação: 14 anos. Horários alternativos: 19 de setembro, sábado, às 01h30; 20 de setembro, domingo, às 13hh50.

PROMO: https://youtu.be/I7y4ipIcwYs
FOTOS EM ALTAhttps://drive.google.com/drive/folders/1eyW8OHtlMOVQretOzldtiLW1ow33C6-z?usp=sharing 

Sábado – 19/09

18h – “Caixas Mágicas” (Série) - Episódio: “Memórias Marinhas: Uma Leitura de Um Sábado em 30”
Luiz Marinho foi um artista voltado para o universo nordestino com uma proposta dramatúrgica transpassada por suas memórias. “Memórias Marinhas” investiga como o dramaturgo de Timbaúba construiu uma mitologia pessoal que expõe as contradições da sociedade patriarcal. Assim, o episódio discute como Marinho ficcionalizou, à sua maneira, as manifestações culturais de sua região, a Zona da Mata Norte de Pernambuco. "Memórias Marinhas" também aborda a relação entre o Teatro de Amadores de Pernambuco e a peça “Um Sábado em 30”, de Marinho, que esse grupo encenou ininterruptamente por 30 anos. Diretor: Hilton Lacerda e Letícia Simões Duração: 26 min. Classificação: 12 anos. Horários alternativos: 20 de setembro, domingo, às 9h.

PROMO: https://youtu.be/W7lg4LWujfE  
FOTOS EM ALTAhttps://drive.google.com/drive/folders/1ptNxJ4blvvho0yoD7vyiePv3SFxzT2w5?usp=sharing 

Domingo – 20/09

20h50 - “A Alma da Gente” (Documentário)
Um grupo de jovens da periferia do Rio de Janeiro entra para o Corpo de Dança da Maré, coordenado pelo coreógrafo Ivaldo Bertazzo. Filmado em dois tempos, com um intervalo de dez anos, o documentário mostra os diferentes destinos dos personagens, marcados pela transformação através da arte. Diretores: David Meyer e Helena Solberg. Duração: 82 min. Classificação: Livre.

PROMO: https://youtu.be/JDjIiv76lgc 
FOTOS EM ALTAhttps://drive.google.com/drive/folders/1CHmYAu-zA8Bomw6PTJ_XkthQzNyf-osR?usp=sharing

 

 

Sobre o Curta! - O canal Curta! é um dos novos canais brasileiros da TV paga que mais aprovou projetos para financiamento pelo Fundo Setorial do audiovisual. Até agora foram financiados, para estreia no CURTA!, mais de 120 longas documentais e 800 episódios de 60 séries, atendendo à grade temática do canal: música, artes cênicas, metacinema, pensamento em humanidades, história política e sociedade.

O Curta! pode ser visto nos canais 56 e 556 da NET e da Claro TV, no canal 75 da Oi TV e no canal 664 da Vivo, oferecido à la carte pela operadora. Siga o Curta! nas redes sociais: www.facebook.com/CanalCurta, https://twitter.com/canalcurta e www.youtube.com/user/canalcurta. Saiba mais em http://www.canalcurta.tv.br.

       

   
   
   
   
   
   
   
        

SCOOBY! O FILME GANHA EXIBIÇÃO NOS CINEMAS A PARTIR DESTA QUINTA, 10

 WB_Logo_Shield_Flat_Pos_RGB Animação com aventuras do Scooby-Doo e seus amigos entra em cartaz em circuito drive-in e complexos em funcionamento de acordo com liberação de órgãos responsáveis         

 

Aventura e mistério podem ser encontrados em cinemas selecionados e circuitos drive-in do Brasil a partir desta quinta-feira (10), com a chegada de SCOOBY! O Filme. Após ser lançado pela Warner Bros. Home Entertainment, por meio das plataformas de vídeo on demand, o longa-metragem de animação do Scooby-Doo chega às telonas de 17 estados brasileiros, com distribuição da Warner Bros. Pictures, para contar a história inédita da origem do Scooby-Doo e o maior mistério na carreira da Mistério S/A. A exibição da produção, agora nos cinemas, oferece uma nova opção para as famílias, dentro do calendário de lançamentos da retomada do setor cinematográfico e apenas em cidades em que os protocolos de segurança autorizam a exibição.

Na dublagem nacional, o filme conta com Guilherme Briggs (Scooby), Fernando Mendonça (Salsicha), Flavia Saddy (Dafne) e Fernanda Barone (Velma), além dos três netos do ator Orlando Drummond, a voz clássica de Scooby-Doo: Alexandre Drummond, como o Jovem Scooby-Doo; Felipe Drummond, como Fred; e Dudu Drummond, como Jovem Fred.


Circuito de Cinema – A partir de quinta-feira, 10 de Setembro 
Sujeito a alterações. Consulte as redes de cinema para confirmações 
 

Cidade

Cinema

Açailandia (MA)

Mobi Cine Açailandia

Alfenas (MG)

Cine A Alfenas

Altamira (PA)

Cine A Altamira

Amparo (SP)

Aga Duplex

Ananindeua (PA)

Ananindeua

Aparecida de Goiânia (GO)

Buriti

Aparecida de Goiânia (GO)

Ciflex Aparecida

Araçatuba (SP)

Cineflix Araçatuba

Araras (SP)

Cine A Araras

Barbacena (MG)

CinePlaza

Belém (PA)

Cinepolis Boulevard Belém

Belém (PA)

Cinepolis Parque Belém

Belém (PA)

Moviecom Pátio

Belém (PA)

Moviecom Castanheira

Bragança Paulista (SP)

Cine A Bragança

Brasília (DF)

JK Ceilandia

Brasília (DF)

Multicine Santa Maria

Cascavel (PR)

Grupocine Cascavel

Castro (PR)

Cineplus Castro

Caucaia (CE)

Multicine Iande Shopping

Cianorte (PR)

Cianorte

Cosmópolis (SP)

Aga Cosmopolis

Eusébio (CE)

Grupocine Eusébio

Fortaleza (CE)

Centerplex Via Sul

Fortaleza (CE)

Certerplex Messejana

Fortaleza (CE)

Cinepolis RioMar Kennedy

Fortaleza (CE)

Cinepolis RioMar Fortaleza

Fortaleza (CE)

Cinepolis North Shopping

Fortaleza (CE)

Cinepolis North Shopping Joquei

Foz do Iguaçu (PR)

Cine Cataratas

Goianesia (GO)

Mobi Cine Goianesia

Guaxupé (MG)

14 bis

Ilha Solteira (SP)

Starcine

Imperatriz (MA)

Cine Imperatriz

Itanhaém (SP)

Cine Mendes

Itapecerica da Serra (SP)

Grupocine Itapecerica

Itapetininga (SP)

Grupocine Itapetininga

Lavras (MG)

Cine A Lavras

Leme (SP)

Cine Avenida

Lençóis Paulista (SP)

Cine Sul

Manaus (AM)

Centerplex Manaus

Manaus (AM)

Cinepolis Ponta Negra

Manaus (AM)

Cinepolis Millenium

Manaus (AM)

Cinepolis Manaus Plaza

Manaus (AM)

Playarte Manauara

Marabá (PA)

Moviecom Patio Marabá

Marabá (PA)

Cine A Marabá

Maracanaú (CE)

Centerplex Maracanaú

Maranguape (CE)

Grupo Cine Cinemas Maranguape

Medianeira (PR)

Medianeira

Paragominas (PA)

Mobi Cine Paragominas

Parauapebas (PA)

Circuito Cinemas Parauapebas

Picos (PI)

Cine Picos

Pindamonhangaba (SP)

Grupocine Pinda

Primavera do Leste (MT)

Primavera do Leste

Rendeção (PA)

Mobi Cine Redenção

Rondonópolis

Cinecom

Santa Inês (MA)

Grupocine Santa Inês

Santa Isabel (SP)

Grupocine Santa Isabel

Santa Rosa (RS)

Cine Globo Santa Rosa

Santarém (PA)

Cinesystem Santarém

Santo Antonio de Jesus (BA)

Cine Itaguari

São Gonçalo (RJ)

Cinepolis São Gonçalo

Socorro (SP)

Cine Olandi

Sorocaba (SP)

Cineplay

Sorocaba (SP)

Shopping Panorâmico

Sumaré (SP)

Cineflix Sumaré

Tangará da Serra (MT)

Cineshop Tangará

Tatuí (SP)

Cine Santa Helena

Tucuruí (PA)

Mobi Cine Tucuruí

Ubatuba (SP)

Cine Porto

Valparaíso de Goiás (GO)

Cineflix Valparaiso

Várzea Grande (MT)

Cineflix Varzea

 

Circuito Drive In – A partir de quinta-feira, 10 de setembro 
Sujeito a alterações. Consulte as redes de cinema para confirmações

Cidade

Cinema

Atibaia (SP)

Drive-in Atibaia

Belo Horizonte (MG)

Drive-in Alphaville

Bento Gonçalves (RS)

Movie Arte Shopping Bento

Brasília (DF)

Drive-in Brasília

Curitiba (PR)

Drive-In Auto Show

Curitiba (PR)

Drive-in Pedreira

Goiânia (GO)

Drive-in Serra Dourada

Itabira (MG)

Espaço Cinemax

Itajuba (MG)

Drive-in Itajubá

Jequie (BA)

Drive-in Golden

Montes Claros  (MG)

Cinemais Drive-in Montes

Mossoró (RN)

Multicine Mossoró

Osasco (SP)

Drive-in CTN Osasco

Ponta Grossa (PR)

Drive-in Ponta Grossa

Rio de Janeiro (RJ)

Drive-in Uptown

São Paulo (SP)

Drive-in CTN

Tubarão (SC)

Drive-in Tubarão

Vitória (ES)

Drive-in Vitória

Xangri-lá (RS)

Drive-in Xangri-lá

 

 Sobre o filme SCOOBY! O Filme revela como os velhos amigos Scooby e Salsicha se conheceram e como se juntaram aos jovens detetives Fred, Velma e Daphne para fundar a famosa Mistério S/A. Agora, com centenas de casos solucionados e aventuras compartilhadas, Scooby e a galera enfrentam seu maior e mais difícil mistério: um plano para libertar o cachorro fantasma Cerberus no mundo. À medida que se apressa para impedir esse apocãolipse, o grupo descobre que Scooby tem um legado secreto e um destino épico mais extraordinário do que qualquer um poderia imaginar.

         SCOOBY! O Filme é estrelado em sua versão original por Will Forte (“Fora de Série”, série de TV “The Last Man on Earth”) como o melhor amigo de Scooby-Doo, Salsicha; o ator duas vezes indicado ao Oscar Mark Wahlberg (“O Vencedor”, “Os Infiltrados”) como Falcão Azul; Jason Isaacs (filmes “Harry Potter”, série de TV “The OA”) como o infame Dick Vigarista; Gina Rodriguez (“Horizonte Profundo – Desastre no Golfo”, série de TV “Jane the Virgin”) como Velma; Zac Efron (“O Rei do Show”, franquia “Vizinhos”) como Fred; Amanda Seyfried (filmes “Mamma Mia!”, “Ted 2”) como Daphne; Kiersey Clemons (“Vizinhos 2”, série de TV “Angie Tribeca”) como a piloto Dee Dee Skyes da Falcon Fury; Ken Jeong (“Podres de Ricos”, trilogia “Se Beber, Não Case!”) como Dinamite da Falcon Force; Tracy Morgan (“What Men Want”, série de TV “30 Rock”) como o Capitão Caverna; Simon Cowell (programas de TV “American Idol”, “The X-Factor”) como ele mesmo; e Frank Welker (franquia “Transformers”) como Scooby-Doo.

SCOOBY! O Filme é dirigido por Tony Cervone, indicado ao prêmio Annie pelo longa-metragem “Space Jam - O Jogo do Século” e duas vezes indicado ao Emmy por seu trabalho em “Duck Dodgers”.

O filme é produzido por Pam Coats e Allison Abbate. Os produtores executivos são Adam Sztykiel, Charles Roven, Richard Suckle, Jesse Ehrman, Dan Povenmire e Chris Columbus.

O roteiro é assinado por Adam Sztykiel, Jack C. Donaldson & Derek Elliott e Matt Lieberman, com história de Matt Lieberman e Eyal Podell & Jonathon E. Stewart, baseada nos personagens criados pela Hanna-Barbera Productions. O time de Cervone ainda inclui os editores Ryan Folsey e Vanara Taing, além do compositor Tom Holkenborg.  

The YouTube Icon in a social media share bar context https://www.facebook.com/WarnerBrosPicturesBrasil

The YouTube Icon in a social media share bar context https://twitter.com/wbpictures_br

The YouTube Icon in a social media share bar context http://www.youtube.com/warnerbrospicturesbr

The YouTube Icon in a social media share bar context http://instagram.com/wbpictures_br