terça-feira, 18 de setembro de 2018

"FESTIVAL REMASTER, CLáSSICOS DO CINEMA BRASILEIRO" também em Curitiba



Festival Remaster, Clássicos do Cinema Brasileiro” traz filmes de volta às telas como você nunca viu
Evento exibe, em sua primeira edição, ícones do cinema nacional remasterizados, em diversas cidades do país, entre os dias 20 e 26 de Setembro
O projeto remonta a experiência de estreia cinematográfica em salas de cinema e conta com apoio da Espaço Z.

Entre os dias 20 e 26 de Setembro, acontece, simultaneamente em sete cidades do Brasil, o “Festival Remaster, Clássicos do Cinema Brasileiro”. O evento, que leva às salas de cinema produções clássicas da sétima arte brasileira remasterizadas, remonta a experiência de quando esses filmes estrearam, numa rara oportunidade de rever – ou até mesmo assistir pela primeira vez – na tela grande, filmes altamente significativos para a nossa cultura, valorizando o cinema, a nossa memória e nossa história.

Vidas Secas (1963), de Nelson Pereira dos Santos; O Homem da Capa Preta (1986), de Sergio Resende; República dos Assassinos (1979), de Miguel Farias Jr; Luz Del Fuego (1982), de David Neves; Vai Trabalhar Vagabundo (1973), de Hugo Carvana; O Assalto Ao Trem Pagador (1962), de Roberto Farias; e os documentários Os Doces Bárbaros (1977), de Jom Tob Azulay; e Carmem Miranda: Banana Is My Business (1995), de Helena Solberg são os filmes que serão exibidos em oito salas nas cidades de São Paulo, Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Brasília, Curitiba, Porto Alegre e Salvador.

"Preservação, acervo, memória e cultura brasileira. Uma discussão sobre a vasta qualidade do cinema nacional a partir da apresentação de diversos títulos agora remasterizados com qualidade digital e de volta às salas espalhadas pelo Brasil. Uma homenagem aos cineastas brasileiros em toda a força de sua vitalidade original. É disso que trata o Festival Remaster” explica Alexandre Rocha, um dos realizadores do Remaster.
Filmes que marcaram época, foram premiados e aclamados pelo público, levaram milhares de pessoas ao cinema, emocionaram, instigaram, fazem parte do nosso imaginário coletivo - e são referência para várias gerações.  “O processo de poder termos, de volta aos cinemas, filmes que marcaram época e que nos contam muito de nossa história é fundamental e tem que ser contínuo. Esse é um movimento que deveria ser mundial, pois não podemos perder nossa memória. Em 2018, iniciamos uma nova onda com o Festival Remaster, que é apenas o começo, e que representa um projeto bem mais amplo”, antecipa Marcelo Pedrazzi, um dos produtores do Festival.

"É um orgulho realizar o Festival Remaster e ele já começar em diversas cidades. Estar envolvida na produção deste projeto relevante para a memória do cinema nacional é cuidar da preservação da nossa cultura. Que seja a primeira de muitas edições” comenta Cristiana Cunha, produtora do projeto.

A produção cinematográfica brasileira ao longo de todo o século XX nos presenteou com algumas obras primas. No entanto, os filmes produzidos até o início do século XXI, quando a revolução digital chegou ao cinema, em sua enorme maioria, não possuem uma master apta a ser exibida nos projetores modernos. O Festival Remaster nasce para encontrar o público e para somar ao caminho necessário para promover a preservação, a história, o legado do cinema brasileiro e a importante ação de formação de plateia. “A programação do Festival resgata a memória do nosso cinema, conversa com nossa história, fala da nossa sociedade, na ficção e em documentários. E também do legado cinematográfico até aqui. Mas não é somente isso. Pensamos o Festival como uma forma em que o espectador reencontre nos ícones do cinema brasileiro, toda a força da produção nacional, quando falamos de sétima arte. Queremos dar caráter de nova estreia a estes filmes, ao revistarmos títulos tão relevantes. É uma nova experiência na sala de cinema”, conta Vitor Brasil que produz o Festival Remaster.

Serão sete dias corridos, como projeções que a imensa maioria das pessoas nunca teve a oportunidade de ver na tela dos cinemas. Um evento com filmes premiados em diversos festivais nacionais e internacionais, clássicos do cinema brasileiro com qualidade exemplar, agora oferecidos ao grande público. Valorizar a sétima arte produzida no Brasil, mostrando a importância e a riqueza da nossa cultura, este é o principal objetivo do Festival Remaster.

E ainda vale registrar, a partir de 8 de Outubro, o Festival Remaster continua na grade do Canal Brasil, que exibirá, sempre às segundas e terças, à 0h15, películas que fazem parte do festival, em uma faixa especial no Canal Brasil.

Idealizado pelos produtores Alexandre Rocha, Cristiana Cunha, Marcelo Pedrazzi e Vitor Brasil, o Festival Remaster conta com diversos apoiadores essenciais à sua realização como a Globo Filmes (TV GLOBO), o Canal Brasil (GLOBOSAT) e a Rádio Globo como sua rádio oficial. Tem apoio promocional do Adoro Cinema e apoio institucional da Academia Brasileira de Cinema. A Espaço Z é sua agência e é realizado através da parceria exclusiva com os Cinemas Espaço Itaú de Cinema e Cinearte Petrobras. O Festival Remaster é uma produção da Afinal Filmes.

SOBRE O EVENTO:
Abertura: 19 de Setembro (quarta-feira), no cinema Espaço Itaú de Cinema (Praia de Botafogo, 316), com a exibição do longa Vidas Secas.
Período do Festival: de 20 a 26 de Setembro.
A PROGRAMAÇÃO
VIDAS SECAS, de Nelson Pereira dos Santos
O HOMEM DA CAPA PRETA, de Sergio Resende
OS DOCES BÁRBAROS (doc), de Jom Tob Azulay
REPÚBLICA DOS ASSASSINOS, de Miguel Farias Jr.
LUZ DEL FUEGO, de David Neves
CARMEM MIRANDA: BANANA IS MY BUSINESS (doc), de Helena Solberg
VAI TRABALHAR VAGABUNDO, de Hugo Carvana
O ASSALTO AO TREM PAGADOR, de Roberto Farias

* EM CURITIBA SERÁ NO ITAÚ CULTURAL. 

Locais: 7 cidades e um total de 8 cinemas:
RJ – Espaço Itaú Botafogo
SP – (2 salas)– Espaço Itaú Augusta e Cinearte Petrobras
Curitiba – Espaço Itaú
Porto Alegre – Espaço Itaú
Brasília  - Espaço Itaú
Belo Horizonte – Cine Belas Artes
Salvador – Espaço Itaú Glauber Rocha

Acompanhe mais e saiba da programação no facebook do

quinta-feira, 13 de setembro de 2018

DESTAQUE EM TRAILER INÉDITO DE “O PRIMEIRO HOMEM”, COM RYAN GOSLING

Dirigido pelo ganhador do Oscar Damien Chazelle, longa foi
recebido com aplausos durante exibição no Festival de Veneza

A Universal Pictures divulga hoje, em lançamento mundial, um novo trailer de “O Primeiro Homem” (First Man) – filme que foi responsável por abrir o Festival de Veneza deste ano com participação do diretor Damien Chazelle e do ator Ryan Gosling. Para assistir ao trailer, clique aqui.

Baseado no livro de James R. Hansen, o longa é um recorte visceral em primeira pessoa sobre uma das missões mais perigosas da história: a chegada do homem à Lua. A história explora os sacrifícios e os custos – de um homem e de uma nação – a fim de completar a jornada da NASA durante o período de 1961-1969.

Com roteiro de Josh Singer, vencedor do Oscar por “Spotlight – Segredos Revelados”, o drama é produzido por Wyck Godfrey e Marty Bowen, de “A Culpa é das Estrelas”.      No elenco, além de Gosling – que retoma a parceria de sucesso de “La La Land” ao lado de Damien Chazelle – estão Claire Foy, Jason Clarke, Kyle Chandler, Patrick Fugit, Ciaran Hinds, Ethan Embry, Shea Whigham, Corey Stoll e Pablo Schreiber.

O filme chega em 11 de Outubro nos cinemas brasileiros.

quarta-feira, 12 de setembro de 2018

PÉPEQUENO, PRÉ-ESTREIA NA ABERTURA DO FESTIVAL INTERNACIONAL DE CINEMA INFANTIL



O evento acontece em 22 de Setembro na Cinemark do Shopping Eldorado

A Warner Bros. Pictures confirma a pré-estreia brasileira de PéPequeno, nova aventura de animação para todas as idades, na abertura do Festival Internacional de Cinema Infantil 2018 (FICI), em 22 de setembro, em evento para convidados. Pela primeira vez, um único filme será exibido na abertura do festival, que vai para sua 16ª edição.

Com direção de Karey Kirkpatrick, o longa vira o mito de cabeça para baixo quando um jovem iéti encontra algo que ele achava que não existia – um humano.
No Brasil, o humorista Wellington Muniz (Ceará) que dará voz ao personagem Thorp, filho do líder da vila e um seguidor de regras nato. Além de Ceará, o elenco de voz brasileiro terá Marcelo Garcia como Migo, Ana Elena Bittencourt como Meechee, Raphael Rossatto como Percy, Guilherme Briggs como Gwangi, Flavia Fontenelle como Kolka, Luiz Carlos Persy como o Guardião da Pedra, Mckeidy Lisita como Fleem, Ronaldo Julio como Dorgle, Pamella Rodrigues como Brenda e Philippe Maia como Gary.

Sobre o FICI
Há 15 anos o FICI promove a cinematografia brasileira e exibe títulos de várias nacionalidades, que expressam a qualidade e diversidade das obras cinematográficas dedicadas à infância. Nas 15 edições já realizadas o festival exibiu mais de 950 filmes de 36 países, para mais de 1,6 milhão de espectadores. Único festival de cinema dedicado ao público infantojuvenil com abrangência nacional, o FICI - Festival Internacional de Cinema Infantil - chega à sua 16ª edição em 2018, exibindo mais de 100 filmes, entre curtas e longas-metragens, além de eventos especiais, sessões com debates, projeto social "A Tela na Sala de Aula" e um Fórum de encontros e debates.

Sobre o filme
Uma aventura de animação para todas as idades, com música original e um elenco de estrelas, PéPequeno vira o mito de cabeça para baixo quando um jovem e genial iéti encontra algo que ele achava que não existia – um humano.
A revelação deste "PéPequeno" traz preocupação à comunidade dos iétis sobre o que pode existir além de seu pequeno vilarejo nas neves em uma nova e divertida história sobre amizade, coragem e a alegria da descoberta.
A versão original de PéPequeno é estrelada por Channing Tatum ("LEGO Batman: O Filme", filmes "Anjos da Lei") como o iéti Migo; e James Corden ("Trolls", "Emoji: O Filme") como o PéPequeno, Percy. O filme também é estrelado por Zendaya ("Homem-Aranha: De Volta ao Lar"), Common ("Selma - Uma Luta pela Igualdade"), LeBron James (do inédito "Space Jam 2"), Danny DeVito ("O Lorax: Em Busca da Trúfula Perdida", indicado ao Oscar por "Erin Brockovich - Uma Mulher de Talento"), Gina Rodriguez (da série "Jane the Virgin"), Yara Shahidi (da série de TV "Black-ish"), Ely Henry (da série de TV "Justice League Action") e Jimmy Tatro ("Anjos da Lei 2").

PéPequeno é dirigido por Karey Kirkpatrick, diretor vencedor do prêmio Annie por "Os Sem-Floresta" e indicado ao prêmio Annie pelos roteiros de "A Fuga das Galinhas" e "James e o Pêssego Gigante". O filme é produzido por Bonne Radford ("George, o Curioso"), Glenn Ficarra ("Cegonhas - A História que Não te Contaram", da série de TV "This is Us",) e John Requa ("Cegonhas - A História que Não te Contaram", da série de TV "This is Us").
Os produtores executivos são Nicholas Stoller, Phil Lord, Christopher Miller, Jared Stern, Karey Kirkpatrick, Sergio Pablos, Courtenay Valenti, e Allison Abbate. A equipe criativa inclui o editor Peter Ettinger e o compositor Heitor Pereira.
O filme estreia nos cinemas brasileiros a partir de 27 de setembro de 2018.
Da Warner Bros. Pictures e Warner Animation Group, PéPequeno será distribuído mundialmente pela Warner Bros. Pictures.

Informações gerais para a imprensa disponíveis para download em:

terça-feira, 11 de setembro de 2018

A FREIRA, DA NEW LINE CINEMA, ESTREIA EM PRIMEIRO LUGAR NAS BILHETERIAS BRASILEIRAS



O capítulo mais recente do universo Invocação do Mal, de James Wan, levou 1,7 milhão de pessoas aos cinemas em sua estreia, tornando-se a maior abertura de um filme de terror na história do país
A Freira, o aterrorizante novo capítulo do universo Invocação do Mal, da New Line Cinema e de James Wan, arrecadou R$ 27,6 milhões nas bilheterias brasileiras em seu final de semana de estreia, incluindo impressionantes números na quarta-feira, 5/9, com sessões antecipadas por todo o país: 107 mil pessoas, somando R$1,6 milhão em apenas um dia.
Desafiando o público a encarar um encontro com a freira demoníaca Valak, o novo suspense sobrenatural levou 1,7 milhão de pessoas aos cinemas brasileiros, tornando A Freira a maior abertura de um filme de terror da história do Brasil. O longa também se tornou o filme com maior abertura em um mês de setembro no país, a maior abertura da Warner Bros. Pictures no Brasil em 2018, e a quarta maior abertura de todos os tempos da Warner Bros. Pictures em território nacional.

Sobre o filme
Quando uma jovem freira que vive enclausurada em um convento na Romênia comete suicídio, um padre com um passado assombrado e uma noviça prestes a fazer seus votos finais são enviados ao Vaticano para investigar o caso. Juntos, eles desvendam o segredo profano da ordem. Arriscando não só suas vidas, mas também sua fé e suas almas, eles confrontam a força malévola que assume a forma da mesma freira que aterrorizou o público em "Invocação do Mal 2", à medida que o convento se torna um horripilante campo de batalha entre os vivos e os amaldiçoados.
A Freira é estrelado pelo indicado ao Oscar Demian Bichir ("Uma Vida Melhor") no papel do padre Burke, Taissa Farmiga (da série de TV "American Horror Story") como a Irmã Irene e Jonas Bloquet ("Elle") como o habitante local Frenchie.
O elenco também inclui Charlotte Hope (da série de TV "Game of Thrones") como a Irmã Victoria, que vive no convento; Ingrid Bisu ("Toni Erdmann") como a irmã Oana; e Bonnie Aarons, reprisando seu papel em "Invocação do Mal 2" no papel-título.
Hardy dirige A Freira a partir de um roteiro escrito por Gary Dauberman ("It – A Coisa"), com história de James Wan & Gary Dauberman. Richard Brener, Walter Hamada, Dave Neustadter, Gary Dauberman, Michael Clear e Todd Williams são os produtores executivos.
Juntam-se a Hardy nos bastidores o diretor de fotografia Maxime Alexandre ("As Vozes", "Annabelle 2: A Criação do Mal"), a designer de produção Jennifer Spence ("Annabelle 2: A Criação do Mal", "Quando as Luzes se Apagam", filmes "Sobrenatural"), os editores Michel Aller ("Quando as Luzes se Apagam", "Atividade Paranormal: Dimensão Fantasma") e Ken Blackwell ("Ouija: A Origem do Mal", "Sexta-Feira 13") e a figurinista Sharon Gilham (série de TV "Black Mirror").
Música por Abel Korzeniowski ("Animais Noturnos").
New Line Cinema apresenta uma produção da Atomic Monster / Safran Company, A Freira. O filme distribuído pela Warner Bros. Pictures.

Informações gerais para a imprensa disponíveis para download em:

quinta-feira, 6 de setembro de 2018

"ALFA" da SONY PICTURES ESTREIA HOJE NOS CINEMAS

Veja bastidores dessa super produção

“Alfa”, dirigido por Albert Hughes, estreia hoje em 415 cinemas. A Sony Pictures também divulgou mais quatro cenas dessa super produção. O longa conta a história da relação de amizade de um menino e um lobo.




Sinopse
Aventura épica passada na última Idade do Gelo, ALFA conta uma história fascinante e visualmente deslumbrante que destaca as origens do melhor amigo do homem. Em sua primeira caçada com o grupo de elite da sua tribo, um jovem se fere e precisa aprender a sobreviver sozinho na natureza. Ele relutantemente domestica um lobo solitário abandonado por sua alcateia, mas os dois acabam aprendendo a confiar um no outro e se tornam aliados improváveis, suportando inúmeros perigos e tremendas dificuldades para encontrar o caminho de casa antes da chegada do inverno.

terça-feira, 4 de setembro de 2018

ARTEACONTECE EXPOSIÇãO FOTOGRÁFICA A BORDO

Quando você embarcar em voo da Gol vai ter uma boa surpresa. Está em cartaz a 2ª Edição da Gol Mostra Brasil, exposição de fotografia nas aeronaves da companhia aérea

Projeto também ganha um website exclusivo, que funcionará como uma galeria virtual para acompanhamento das aeronaves e fotos por mapa, em tempo real, nas viagens pelo Brasil e exterior


A GOL Linhas Aéreas Inteligentes inovou ao apresentar a primeira exposição de fotografia a bordo do mundo, denominada GOL Mostra Brasil, que a partir de setembro, chega à sua 2ª edição. Intitulada “Ameríndios do Brasil”, a nova mostra traz imagens do fotógrafo e indigenista Renato Soares, que retrata algumas das 300 etnias indígenas presentes no país.
As imagens refletem um Brasil desconhecido, mas ao mesmo tempo pujante, autêntico e alegre. Participar deste projeto permite apresentar um pouco dessa diversidade e realidade humana para outras pessoas, e assim valorizarmos também a nossa cultura”, diz Renato Soares.
Com curadoria da ARTEQUEACONTECE, plataforma de arte contemporânea voltada para eventos e projetos de arte, as fotografias circularão em mais de 20 mil voos por mês, pelos próximos seis meses, em toda a malha da companhia, no Brasil e exterior.
Criamos um ambiente dentro dos nossos aviões onde milhares de Clientes podem conhecer e apreciar um pouco mais do Brasil durante suas viagens - por meio de imagens captadas em diferentes regiões do país, sob o olhar de um experiente profissional que vivenciou essas culturas. Esse projeto é inédito no mundo, e tem atraído a atenção de muitas pessoas interessadas pelo tema. Por isso, buscamos novas formas de expor e levar a arte em novos espaços”, explica Mauricio Parise, diretor de Marketing da GOL.  
Foto de Renato Soares exposta em uma das aeronaves
Para expandir o acesso deste acervo, a GOL lança um canal exclusivo: www.golmostrabrasil.com.br. O website funciona como uma galeria virtual, em que é possível acompanhar por onde está cada foto enquanto a aeronave está em voo, em tempo real, com apenas um clique no mapa. Desta forma, é possível fazer buscas e saber qual rota as obras estão percorrendo.  
Além disso, até o final do ano, as fotografias do GOL Mostra Brasil também serão expostas nos GOL Premium Lounge, disponível nos aeroportos de São Paulo (GRU) e Rio de Janeiro (GIG), que ficam nas áreas de embarque de viagens domésticas e internacionais.


ARTEQUEACONTECE 
É uma plataforma de arte contemporânea voltada para eventos e projetos de artes visuais, com divulgação dos principais acontecimentos no Brasil e no mundo. A equipe editorial mantém uma agenda sempre atualizada com exposições em museus, galerias, bienais, feiras  e leilões. Além de noticiar e circular no sistema das artes, também apoia novos artistas que não estão inseridos no mercado - toda semana um novo talento é apresentado na seção “artista aposta” do site artequeacontece.  Promove viagens, acompanhando grupos à feiras com roteiros personalizados de arte dentro e fora do país.  Acredita no potencial da arte em transformar mundos e pessoas. Assim, o conteúdo é produzido e selecionado para contribuir para que a arte seja domínio de todos, e não de poucos.

Mais informações:  www.artequeacontece.com.br  | Instagram @artequeacontece |
E-mail contato@artequeacontece.com.br

GOL Linhas Aéreas Inteligentes é a maior companhia aérea do Brasil, com mais de 30 milhões de Clientes transportados por ano, e a líder no segmento corporativo e de lazer. Em 17 anos de história, democratizou o transporte aéreo no país, e se tornou a maior empresa de baixo custo do setor, com a melhor tarifa da América Latina.  Atualmente, opera 700 voos diários para 64 destinos (Brasil, América do Sul, Caribe e, em breve, Estados Unidos), com uma frota padronizada de 119 aeronaves Boeing 737.  A companhia mantém alianças estratégicas com a Delta Air Lines, Air France e KLM, além de disponibilizar aos Clientes 12 acordos de codeshare e mais de 70 de interline, trazendo mais conveniência e facilidade nas conexões para qualquer lugar atendido por estas parcerias. Com o propósito de ser a Primeira para Todos, a GOL tem investido continuamente em produtos, serviços e atendimento para oferecer a melhor experiência de viagem aos seus passageiros.  A #NovaGOL reforça esse conceito, liderando em pontualidade e conforto com a maior oferta de assentos e mais espaço entre as poltronas; conectividade e entretenimento, oferecendo a mais completa plataforma com internet, filmes e TV ao vivo grátis; Salas VIP para viagens domésticas e internacionais; o melhor programa de fidelidade do mercado – Smiles; e um atendimento ao Cliente reconhecido e premiado por diversas organizações como ANAC, Reclame Aqui e Fórum Brasileiro de Relacionamento com o Cliente.  No segmento de transporte e logística de cargas, a GOLLOG possibilita a captação, distribuição e entrega de encomendas para diversas regiões do país e exterior. Internamente, a GOL tem uma equipe de 15 mil profissionais da aviação altamente qualificados e focados na segurança, valor número um da companhia. Aceda a:  www.voegol.com.br

segunda-feira, 3 de setembro de 2018

" A VIDA EM SI" COM OSCAR ISAAC E ANTONIO BANDERAS

‘A Vida Em Si’, ganha primeiro trailer e pôsteres individuais

DIRIGIDO POR DAN FOGELMAN, CRIADOR DA SÉRIE “THIS IS US”, LONGA TEM ESTREIA NACIONAL AGENDADA PARA DEZEMBRO

Dan Fogelman, criador de “This Is Us”, uma das séries mais populares dos últimos anos, agora transfere seu talento para o Cinema e assina o roteiro e a direção de “A Vida Em Si” (Life Itself), lançamento da Paris Filmes, que chega aos cinemas brasileiros dia 13 de Dezembro e promete derreter até o mais frio dos corações. Para entender o motivo, assista ao primeiro trailer com legendas em português, recém-revelado: https://youtu.be/jizKmpTxc_U
A partir da história de amor do casal (Oscar Isaac & Olivia Wilde), um drama multi-geracional abrange diferentes décadas e continentes, percorrendo das ruas ...
Felizmente, o trailer nos faz lembrar que, tanto quanto os relacionamentos são românticos e apaixonados, eles não vêm sem luta. “A vida em si nos prega peças. Ela nos induz a erros. Pinta um homem como herói, quando pode muito bem ser um vilão”, relata Olivia Wilde, par romântico de Oscar Isaac na trama.

Além do vídeo embalado pela música “Little Giant”, do cantor e compositor inglês Roo Panes, pôsteres individuais com os principais personagens acabam de ser lançados. Para conferir, acesse: https://drive.google.com/open?id=1lbx_2kMXHPoH5upvsnKG0EP91CpMe2JS.

À medida que Abby (Olivia Wilde) e Will (Oscar Isaac) vão do romance universitário ao casamento e ao nascimento do primeiro filho, reviravoltas inesperadas criam reverberações que ecoam por diferentes continentes e vidas. O filme apresenta uma história multigeracional marcada por uma tragédia familiar, mas rodeada de calor e esperança.

O elenco ainda reúne Mandy Patinkin, Antonio Banderas, Samuel L. Jackson, Olivia Cooke, Laia Costa 
e Annette Bening, e, embora seja difícil dizer como a história de cada personagem se relacionará, a emoção permeará toda narrativa. “Este filme aborda grandes perdas, grandes tragédias, grandes amores, grandes momentos. É como um romance maior do que a vida, que você segue geração após geração”, afirma Dan Fogelman.
 
Acompanhe as novidades sobre esse e outros lançamentos por meio das redes sociais:
facebook.com/ParisFilmesBR
instagram.com/ParisFilmes
youtube.com/ParisFilmes 

sábado, 1 de setembro de 2018

"O BANQUETE" SEGUNDO LONGA DE DANIELA THOMAS, CHEGA AOS CINEMAS


“É minha tragicomédia de costumes”, define a diretora; Elenco reúne nomes como Drica Moraes, Mariana Lima, Caco Ciocler, Bruna Linzmeyer e Chay Suede 
  
Vamos beber enquanto o navio afunda, meu amor”. O convite, feito por Nora (Drica Moraes), dá o tom deste jantar que pode mudar para sempre a vida dos envolvidos e tem o escárnio como prato principal. Em “O Banquete”, sexto longa-metragem de Daniela Thomas, os jogos de sedução e poder estão colocados à mesa e o público é convocado a se fartar e embriagar ao lado de Mariana Lima, Caco Ciocler, Rodrigo Bolzan, Fabiana Gugli, Gustavo Machado, Chay Suede, Bruna Linzmeyer e Georgette Fadel. O filme chega aos cinemas em 13 de Setembro pela Imovision.

“É a minha tragicomédia de costumes”, define Daniela. A diretora mergulhou fundo nas próprias memórias para criar o roteiro - originalmente pensado para o teatro, há 20 anos. “Minha casa era um verdadeiro imã de gente interessante, já que a nossa pequena sala do Lido, em Copacabana, tinha que dobrar de estúdio de desenho, aparelho de oposição política, redação de jornal e sala de jantar. Meus pais nos deixavam circular livremente entre adultos, como os da turma do Pasquim, escritores, jornalistas, desenhistas, atores, músicos, diretores”, lembra a diretora. “Escrever ‘O Banquete’, portanto, não foi tanto criar diálogos, mas lembrar das conversas, do jeito engraçado e despretensioso de gente que, fora das quatro paredes, fazia a diferença na cultura, na política do país, mas que ali, protegida pela amizade, pelo álcool e privacidade, não se importava em ser desbocada”.

O filme se desenvolve em um único cenário: a sala de jantar da bela casa brutalista de Nora. Entre os convidados está o poderoso editor de uma revista, que celebra seu aniversário de casamento e pode ser preso naquela noite, já que escreveu uma carta aberta com graves denúncias contra o presidente do país. A diretora entrelaça os dramas dos relacionamentos pessoais a episódios marcantes e recorrentes na política brasileira, inspirando-se em memórias autobiográficas mas também em Platão, Laclos e Cassavetes.
 “O jantar se passa em tempo real e filmá-lo foi uma experiência extraordinária. Planos-sequência de quase uma hora, sem intervalos, sem correções. A câmera em contínuo movimento de Inti Briones poderia focar qualquer um dos atores, a qualquer momento. No fundo da sala, um espelho de fora a fora não permitia a qualquer um deles a mínima desconcentração. Foi intensidade máxima”, comenta.


Neste que é seu segundo projeto solo, depois de “Vazante”, Daniela investiga a dinâmica erótica entre homens e mulheres que usam a sedução como moeda de troca. “Acho fascinante o imperativo do desejo na vida das pessoas, o quanto ele produz de prazer e dor, o quanto vidas podem ser transformadas e até destruídas por ele. E é interessante que eu venha a lançar o filme justamente num momento de intenso questionamento das dinâmicas entre os sexos. O feminismo, os movimentos identitários e de gênero, estão nos permitindo vislumbrar outra lógica, outros sonhos para nós e para as novas gerações de mulheres”.

A DIRETORA
Daniela Thomas é diretora, roteirista de cinema e cenógrafa. O Banquete é o seu sexto longa de ficção. Seus filmes, entre eles “Vazante”, “Linha de Passe” e “Terra Estrangeira” foram selecionados nos festivais de Cannes, Veneza, Berlim, entre outros e agraciados com vários prêmios (a Palma de Ouro de melhor atriz no festival de Cannes, O Grand Prix do Festival de Havana, o Ariel do México e o Grande Prêmio do Cinema Brasileiro). Concebeu os cenários de inúmeros espetáculos de teatro e ópera em vários países. Foi uma dos diretoras da Cerimônia da Abertura das Olimpíadas Rio 2016 além de diretora de arte e cenógrafa do espetáculo.

SINOPSE
Neste banquete, em que jogos de poder e erotismo estão colocados à mesa, as vidas dos convidados serão transformadas para sempre. Entre eles está o poderoso editor de uma revista, que celebra seu aniversário de casamento. Ele pode ser preso nesta noite, já que escreveu uma carta aberta com graves denúncias contra o presidente do país.
IMOVISION
Distribuidora presente no Brasil há mais de 25 anos, a Imovision vem se consolidando como uma das maiores incentivadoras do melhor cinema, tendo lançado mais de 300 filmes no Brasil. A distribuidora tem em seu catálogo realizações de consagrados diretores internacionais e nacionais, e filmes premiados nos mais prestigiados festivais de cinema do mundo, como Cannes, Veneza, Toronto e Berlim. Mantendo seu foco em títulos de qualidade, a Imovision foi a responsável por introduzir no Brasil cinematografias raras e movimentos internacionais expressivos, como o Movimento Dogma 95 e o cinema iraniano.

CISMA
Beto Amaral fundou a Cisma Produções em 2003 para desenvolver e produzir filmes independentes, teatro e projetos de artes visuais. Produziu o filme Insolação (2009), selecionado para a competição Orizzonti no Festival de Veneza. CISMA também produziu VAZANTE que abriu a seção Panorama no Berlinale em 2017 e O Banquete (a ser lançado segundo semestre de 2018), ambos longas-metragens dirigidos por Daniela Thomas. Agora está produzindo uma série de TV; Passos Perdidos. CISMA foi responsável por exposições de vídeo-arte de renomados cineastas e fotógrafos  como Eija-Liisa Ahtila e Luiz Braga. E por algumas peças teatrais entre elas O Inverno da Luz Vermelha de Monique Gardenberg e Kollwitzstrasse, 52 do diretor Esmir Filho.

FICHA TÉCNICA
Título Original: O Banquete
Direção e roteiro: Daniela Thomas
Produção: Beto Amaral e Daniela Thomas
Produção executiva: Justine Otondo e Julia Borges Araña
Distribuição: Imovision
Fotografia: Inti Briones
Figurino: Cassio Brasil
Som: Vasco Pimentel
Música: Antonio Pinto
Direção de arte: Valdy Lopes Jn
Montagem: Daniela Thomas
Maquiagem: Gabi Moraes, Danilo Mazzucca
Gênero: Drama
País: Brasil
Ano: 2018
Cor
Duração: 104 minutos
Classificação: 14 anos
Elenco:
Drica Moraes - Nora
Mariana Lima - Bia Moraes
Caco Ciocler - Plínio
Rodrigo Bolzan - Mauro
Fabiana Gugli - Maria
Gustavo Machado - Lucky
Chay Suede - Ted
Bruna Linzmeyer - Cat Woman
Georgette Fadel - Claudinha
Asista ao
TRAILER: https://tinyurl.com/ycr85j4w     

quinta-feira, 30 de agosto de 2018

" A CIDADE DOS PIRATAS" ESTARÁ NO ANIMAGE 2018

O Animage 2018 exibirá o recém-finalizado filme de Otto Guerra.  
 
O Animage - Festival Internacional de Animação de Pernambuco anuncia o primeiro longa-metragem na programação desta 9ª edição: “A Cidade dos Piratas” , o quarto longa de Otto Guerra. Recém-finalizado, o filme será exibido no Cine São Luiz.
A animação é baseada na vida e obra de Laerte Coutinho, a partir da recriação de "Piratas do Tietê", clássico dos quadrinhos da cartunista que também é personagem no filme. Cheia de metalinguagem, incorpora em sua trama desabafos do diretor gaúcho e questões existencialistas, revezando entre momentos hilários e confessionais, entre a ficção e a vida real.  “A Cidade dos Piratas” demorou 20 anos pra ficar pronto e os atores Marco Ricca e Matheus Nachtergaele estão no elenco de dubladores.
Otto é um dos pioneiros da animação autoral no Brasil, dirigiu e produziu centenas de filmes de animação publicitários, curtas-metragens de ficção e longas. Diretor da Otto Desenhos Animados, uma das produtoras de animação mais longevas do país, que completa 40 anos em 2018.
9ª edição do Animage - Festival Internacional de Animação de Pernambuco acontece de 12 a 21 de outubro, com programação variada - gratuita ou a preços populares. Além da Mostra Competitiva, oferece sessões de curtas e longas-metragens, mostras especiais, convida nomes importantes do cinema de animação para debates, oficinas e masterclass e promove iniciativas sociais e ambientais.  
O Animage é idealizado e realizado pela  Rec-Beat Produções.
 
Serviço: Animage – 9º Festival Internacional de Animação de Pernambuco
Data: de 12 e 21 de Outubro de 2018
www.animagefestival.com
 

 
A CIDADE DOS PIRATAS
Sessão no Cine São Luiz (data a confirmar)
Rua da Aurora, 175 - Boa Vista, Recife
SINOPSE
Qual o sentido de fazer um longa-metragem sobre Piratas que navegam pelo Rio Tietê atrás de vítimas para saquear e torturar quando, entre a ideia de fazê-lo até a consumação do fato, passam-se décadas, o mundo entra no século XXI e o Brasil se vê diante de um enredo que supera qualquer ficção? Há um bom e grande motivo: o projeto escrito a partir desses personagens foi finalmente viabilizado. Em meio a isso, Laerte, o autor da história, assume sua troca de gênero, começa a renegar seus antigos personagens, os Piratas do Tietê, e a criar outras narrativas interessantes. O Diretor do filme, perdido com essa nova realidade e decidido a ser fiel aos seus caprichos após se ver diante da morte, resolve contar seu drama misturando-se à trama, criando um caótico labirinto entre a ficção e a vida real.
FICHA TÉCNICA
Baseado na obra original de LAERTE
COM VOZES DE: Matheus Nachtergaele, Marco Ricca, Marcos Contreras, Luis Ramos, Otto
Guerra, Laerte e Márcia Cáspary.
PRODUTORA: Otto Desenhos Animados
DIREÇÃO: Otto Guerra
CO-DIREÇÃO: Marco Arruda
ASSISTENTE DE DIREÇÃO: Erica Maradona
PRODUÇÃO EXECUTIVA: Elisa Rocha, Marta Machado
ROTEIRO: Rodrigo John
DIREÇÃO DE ARTE: Pilar Prado
DIREÇÃO DE ANIMAÇÃO: José Maia, Josemi Bezerra
MONTAGEM: Marco Arruda
TRILHA SONORA: Matheus Walter, Tiago Abrahão
DESENHO DE SOM: Tiago Bello, Rita Zart, Marcos Lopes